Alça do Cabide

Minha irmãzinha casou... É um misto de alegria e loucura!
Alegria, porque foi um casamento de amor, de duas pessoas que se querem, se amam e se completam.
Loucura, porque eu não moro mais com meus pais há tanto tempo e eu me senti como se ela tivesse partido pra muito longe.
Detalhe desta operação: a bicha veio morar na minha cidade - por obra do seu destino, esse fanfarrão - então o sentimento deveria ser de dupla alegria...
Enfim. Sou louca mesmo, todo mundo sabe e acho que me solidarizei com a síndrome do ninho vazio da minha mãe. Deve ser isso!

Bom! Durante a mudança das coisas dela, participei de alguns dias de "limpeza do guarda roupa".
Genz!
Genz!!!
Eu amo minha irmã, portanto não darei detalhes, mas a organização dela é algo extraterrestre. 

Eu, toda bondosa e irmã mais velha, fui dando dicas do que fazer, como organizar e etc.
Até que a Luiza deu um grito quando viu eu pendurando alguns casacos.  

Enfiei o cabide na alcinha do casaco

Enfiei o cabide na alcinha do casaco, de novo
Pra quê?
Pra poder manusear os cabides sem derrubar casacos. Simples assim.

Até me assustei, porque poxa, a gente é irmã! Crescemos juntas! Morei com ela até meus trinta anos!!!
Pensei, matutei, e cheguei à seguinte conclusão: a organização defasada dela vem de berço, logo... Não teria como ela saber.


Mas e vocês? Sabiam dessa? 
Tô torcendo pra ter feito a diferença no armário de vocês, como fiz da minha irmã!!!



NB: Não tenho só essa irmã (faltam o Gui e a Carolzinha), e quero deixar claro que não tenho estômago, coração, lágrimas e penteados disponíveis pra mais casamentos de família. Chorei taaaanto, corri taaanto. Pra terem uma ideia: fiquei 3 dias seguidos sem dormir - coisa de 3 horinhas no total - fiquei rouca de marré de si e ainda levei fama de pileque sem beber. Foi ótimo, uma das melhores festas, mas muita emoção pro meu coraçãozinho lindo.
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Não sabia Janaina, sou das antigas, ainda tenho muito a aprender.
    Acho tão linda a preocupação com os irmãos, o passar conhecimento, o aprender...
    Obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Maria Teresa, é tão bom dividir conhecimento...
      Um grande beijo!

      Excluir
  2. Parabéns pra tua irmã e que seja muito feliz! Quanto ao cabide, adorei e deve ser repassado mesmo...Levei muiiiiiitos anos pra saber disso e faz a diferença!

    E esse sentimento de saudade, casa vazia mesmo sem mais estares lá na casa da tua mãe, ´e um sentimento de carinho com as duas! Que bom que ela vai morar na tua cidade! Vão aprontar jujntas! Coisa boa! bjs, chica

    ResponderExcluir

FAZ DE CONTA que esse post é vital pra você e repasse para seus amigos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo Web Analytics
Casa de Faz de Conta © Copyright 2013. Desenvolvido por Elaine Gaspareto