Martelo do Rugby

Comedinha pra aliviar minha barra pelo sumiço. Prestinção!
 
Eu tenho aqueles cinco minutos que toda mulher tem. E ao mesmo tempo venho aprendendo a gostar de esportes mais "fortes", como MMA (raras lutas) e Rugby por exemplo.
O que uma coisa tem a ver com a outra?? Nada se o texto fosse de qualquer outra pessoa, mas como é meu...Vai vendo...
Meus cinco minutos apareceram e eu sugeri que o Alê fizesse Rugby. Aliás, sugestão dada por ele há um tempão com minha total reprovação: "Ai, para com isso! Longe de mim vendo você "se batendo" com aquele monte de ogro (pausa pros esclarecimentos: esse esporte é como qualquer outro esporte coletivo. O Alê sempre lutou. Não! Rugby não é luta! E sim, meu marido é um ogro - ogro bom, como o Shrek, mas não deixa de ser um ogro)."
 
Pronto. Introdução feita vamos às vias de fato.
 
Na volta de um dos treinos, já no carro, sem sentir nadica de nada de dor, o Alê percebeu que a ponta do dedinho esquerdo não esticava. Puxou , virou , bateu e nada. Chegou em casa achando aquilo esquisito, mas nem se abalou, principalmente quando tive minha primeira parada cardíaca depois que ele me mostrou.
 - Caraca, Alê!!!! Meu Deus!!! Vamos! Vou te levar no pronto socorro!!!
 - Paaaara (essa é a frase que ele mais fala pra mim, a propósito)!!! Não precisa! Nem tá doendo. Mas olha...
Não sei vocês, mas nessas horas eu tenho uma vontade de devolve-lo pra mãe dele...
Então... Tomou banho, dormiu, foi trabalhar, neste ritmo, como se nada tivesse acontecido. Eu? Passei o dia imaginando o dedo gangrenado, ele sofrendo de dor com uma barriga gorda, um bigode e sem um dedinho, como um ex-presidente. Não. Pera! Exagerei, mas passei o dia pensando num dedinho roxo, inchado e inútil. Pensei sim.
"Nem mais um palavra mocinho!" Aluguei minha irmã (brigada, irmã!!!) pra cuidar dos meninos e fui com ele ter certeza que não era nada de mais, lá no hospital.
Não era nada de mais! Se não fosse o Dedo em Martelo (se você sofre de qualquer coisa ou por qualquer coisa, não pesquise imagens no Google e nem veja as imagens na continuação deste post).
Palavras do médico, assim que viu, sem tocar, sem raio x, só de ver: "Ah... É dedo em martelo, vou te por uma tala, mas é só cirurgia, amigo."
Segunda parada cardíaca. Minha.
3 filhos, um deles o Pimenta, dois deles de férias, um calor do cão, um monte de conta de começo de ano pra pagar, A Zara que não quis trocar uma compra e meu marido se acidenta nível cirurgia?!!!!
 
(continua)
Comentários
4 Comentários

4 comentários:

  1. Amiga, que tenso! E é claro que fui botar no google pra ver o que era isso e... MEODEUS quanto pé sinistro kkkk Espero que consertem o dedo martelo do Alê e ele possa continuar no rugby (com menos emoções pra vc rs). Aqui em sao jose , o rugby é um sucesso, dizem q o time ;e um dos melhores do país, mas fui assistir um jogo um dia e TENDI NADAAA rs Mas absurdo maior foi a zara nao trocar a compra hein rs? beijo sua linda, tava com saudades dos seus causos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenso... Agora é comedia porque tudo passou, mas não perca a segunda fase. Oscarito teria feito escola comigo.
      Só um adendo, Rugby é mais fácil do que a gente imagina... Vc vai gostar!
      Zara... essa desalmada... :)

      Excluir
  2. Não sou tão corajosa quanto a Cy e fiquei aqui quietinha esperando o próximo post.
    Nada de Dr Google para mim.
    Aguardo as próximas cenas
    bjs
    Lele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lelê, fez bem. O Google tem coisa que olha... Minhas imagens são tranquilinhas... Aguarde cenas dos próximos capítulos.

      Beijão

      Excluir

FAZ DE CONTA que esse post é vital pra você e repasse para seus amigos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo Web Analytics
Casa de Faz de Conta © Copyright 2013. Desenvolvido por Elaine Gaspareto