O culpado vai ser você!

E vai mesmo!
Se alguém encontrar a lei, me passa, publico aqui pra todos saberem ao pé da letra.
A história é a seguinte: uma fulana A estava andando na calçada da casa do fulano B. Ela tropeçou, caiu, se machucou (sem slogan da pomada famosa, hein?! "Nâo basta ser pai, tem que participar, não basta ser pomada, tem que ser G..."). Ela quebou o pé, bateu a cabeça na guia e teve traumatismo craniano.
De quem é a culpa?
Na minha opinião e na opinião dessa lei que eu não achei: do fulano B.
Ué, calçada é dele! Ele que tomasse cuidado dela!
Agora, se a calçada dele fosse arrumadinha, sem buracos, com degraus sinalizados e sem raízes de árvores pra fora... A culpa era da fulana A que além de não ter sorte na vida aínda é desengonçada e não para em pé.

Uma breve e tosca ilustração pra alertar a tchurminha dona de uma casa. A sua calçada é de sua responsabilidade!

Nessa temporada " O QUE QUE É ISSO MINHA GENTE" de chuvas, pelo menos aqui em São Paulo, o que nós ouvimos falar de árvore caída!! E a quantidade de carros atingidos?! Sem falar naquele atleta que morreu, depois que a árvore caiu na cabeça dele.

E o que tem a ver o cusco com a calça? Simples: aprendi no curso de paisagismo que a proporção da graaande maioria das árvores é que o tamanho da copa é o tamanho da raiz. Ou seja, o diâmetro das "folhinhas/galhos" é igual ao diâmetro que as raizes ocupam.
E alguém pode me explicar como que uma árvore com 3 metros de copa, aguenta ficar em pé num espaço menor que 1 metro?
Seria como se o Oscar do basquete, calçasse sapatos nº24.
???

E fora o sofrimento dessas bichas. Na verdade estamos querendo fazer com elas o que se fazia antigamente (prefiro acreditar que isso acabou) com as gueixas, colocar nºs de sapatos menores para diminuir o pé.

Ou será que estão querendo cultivar "grandes bonsai"?
???
Exagerei?
Olha essas imagens:
Aqui a coitada ainda foi confundida com a lixeira. Eu confundiria...
Não! Não dá pra pensar assim! Essa, é descaso mesmo.
E o pedestre? Que passe pela rua, oras! Por acaso calçada é lugar de gente?


Essa deve ser da espécie das operárias! Ela leva o material até os pedreiros da obra em frente.
Reperem no espaço que sobra pro pedestre passar!
Ah é! Calçada não é lugar de pedestre! Desculpem-me pela falha.


Essa é bárbara! Um novo conceito na poda.
Reparem que não é Versailles, mas estão todas iguaiszinhas. Por que?
Porque nesse caso o jardineiro, ou os jardineiros são os ônibus e caminhões que passam "podando" as bichinhas.


Seguindo o mesmo caminho, encontramos as "mini rampas".
Rampa de que? Pra que?
Aaaaah tá!


Isso é o que acontece.
Essa foto é o detalhe da foto acima e veja o que a coitada da raiz teve que fazer pra manter a árvore em pé!
Qual seria a solução correta?
No meu ponto de vista, já que querem essas árvores aí, que ao menos fosse grama no lugar do piso.
Um dos motivos das enchentes. Impermeabilizamos o solo!
A água só pode escorrer pras ruas e para (é sem acento agora, né?!) com o lixo do chão. Dãr!


Tadinho do dono dessa aqui. Ele cuida da calçada.
Mas não foi instruído corretamente.
Num buraquinho de nada ele colocou mais de 50 pés.
Num dá, fio! Num cabe! Olha a guia que arrebentou. Quem fez isso: A raiz, né! Tentando captar um arzinho.
Mas pelo esforço em manter limpa e retinha, vai levar 100 (momento Silvio Santos).

O clássico dos clássicos em São Paulo: calçada "pelada".
Agora me falem que saltinho de sapato aguenta um piso desse (e o mocinho esperto de tênis bem na "Serra Pelada" da rua)?
Mesmo não sendo um Louboutin, meu sapatinho merece respeito.
Fora meu pé, joelho que estragam junto com o sapato.

É isso gente, momento "pensem a respeito". A calçada é sua, cuide VOCÊ dela.
Não espere de prefeito, vereador ou qualquer outra forma de governo. Eles não andam a pé!

Finalizando, quero fazer a parte II desse post, só com bons exemplos de calçadas!
Mande uma fotinho por e-mail jcspcd@hotmail.com.
Vou escolher algumas pra mostrar aqui e quem sabe a sua não sirva de modelo!

Um beijo e até.

As fotos eu fiz, apensas em três ruas!
Aaaah! Não se esqueçam do Meia Véia.
Comentários
13 Comentários

13 comentários:

  1. Incrível como as pessoas não pensam nisso mesmo! Aqui na Bélgica somos 'obrigados' a limpar a frente de nossa casa todos os dias de manhã quando nevou a noite toda, porque se alguém escorregar na frente de casa, ai ai ai, problema total!

    Arvores aqui na rua, só com permissão da prefeitura mas no geral não pode ser plantada na calçada rs.

    Plantamos uma magnolia tree (que não cresce mto) no jardim dos fundos daqui de casa mas já fiquei preocupada com a questão da raiz mesmo.

    Nessas calçadas, acho que é mais seguro andar na rua rs

    bjoca

    ResponderExcluir
  2. Janaína adorei a ideia do post! E o assunto é mesmo sério! O avô do meu noivo morreu por causa de uma calçada inacabada. Ele tinha um câncer de próstata sob controle e caiu em um calçada toda defeituosa, na queda a lesão foi justamente em cima do local onde estava o câncer. O médico falou para família que essa queda agravou muuuuuuuuito o estado de saúde dele e infelizmente em pouco tempo ele se foi! Com a pancada o processo de desenvolvimento do tumor que estava estacionado, voltou a progredir, além de ocasionar perda de sangue na urina...mas os meus sogros não sabiam dessa possibilidade de entrar com um processo por causa da calçada. Achava que isso não era uma responsabilidade de alguém e sim uma fatalidade. um advogado amigo deles quando soube do motivo do agravamento da doença alertou para isso e detalhe a calçada é da Assembleia Legislativa do Estado. bjo

    ResponderExcluir
  3. Vou confessar que eu acho esse assunto tão essencial, que nem deveríamos mais falar dele...mas as pessoas insistem em esquecerem de certas coisas, certos detalhes. Calçada deve ser a parte mais antiga da casa dos tempos modernos. Quando eu era pequeno, tínhamos um pinheiro em frente de casa....acho uma ótima opção...raízes curtas, copa curta, alto, líndo e verde!

    ResponderExcluir
  4. Vou confessar que eu acho esse assunto tão essencial, que nem deveríamos mais falar dele...mas as pessoas insistem em esquecerem de certas coisas, certos detalhes. Calçada deve ser a parte mais antiga da casa dos tempos modernos. Quando eu era pequeno, tínhamos um pinheiro em frente de casa....acho uma ótima opção...raízes curtas, copa curta, alto, líndo e verde!

    ResponderExcluir
  5. Vou confessar que eu acho esse assunto tão essencial, que nem deveríamos mais falar dele...mas as pessoas insistem em esquecerem de certas coisas, certos detalhes. Calçada deve ser a parte mais antiga da casa dos tempos modernos. Quando eu era pequeno, tínhamos um pinheiro em frente de casa....acho uma ótima opção...raízes curtas, copa curta, alto, líndo e verde!

    ResponderExcluir
  6. Mas afinal existe lei? E se existir, tanta coisa é proibida nesses país e alguém é punido?! Mas se eu encontrar uma calçada certinha pode deixar que te mando a foto. ;P beijooos

    ResponderExcluir
  7. Jana, querida!
    Tô passada!
    Você é idêntica a mim!!!
    Se eu te mandar fotos das calçadas de São Vicente, você vai cair durinha!
    Sabe aqueles bloquinhos de pedra-sabão padrão Ipanema?
    Aquilo é uó de feio, e "ai meus saltos"!
    Sem contar que sempre solta alguma pedra que (dramatizando) voa na cabeça de algum passante!
    rs
    E tem as esburacadas (peladas), as enraizadas (pobres plantinhas), e as sufocadoras de "áveres somos nozes".
    Ai ai...
    Vou te mandar umas fotos... entre elas, a minha calçada querida que é descontinuada por um vizinho "querido" que não cuida da dele.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Eu nem sabia que existia lei, mas sim, eu concordo contigo o problema é do Fulano B, dono da calçada que nem cuida dela!!
    Mas azar do pedestre né?! Que torça o pé, que passe pelo meio da rua...
    Bjus, Lu

    ResponderExcluir
  9. Ai amiga, se não fosse trágico, seria cômico né... tô aqui rindo com as "rampas"! Já te imaginei andando de skate ali hahahaha...

    Brincadeirinha viu!

    Beijoca ♥

    ResponderExcluir
  10. noooooooooooossa mãe?
    A poda é feita por onibus é o máximo
    E a rampa?
    Ninguém merece..
    Concordo plenamente.. cuidem de suas calçadas
    Passa lá no meu blog

    www.enodecimodia.blogspot.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Jana, que coisa hein.... cada calçada pior que a outra, meu Deus...temos que mudar isso...porque os politicos, nem sabem que existe calçada..

    beijokas

    http://organizandoarrumando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Janaina
    No ano passado tb. fiz um post mais ou menos como este expressando a minha indignação com as calçadas e com a falta de respeito com o pouco verde(arvores) que ainda resta nesta cidade.
    A calçada da sua casa é responsabilidade sua mesmo! Concordo totalmente com vc.
    Voltamos sempre ao ponto; Se cada um fizesse a sua parte....
    Boca no trombone é pouco viu!
    bjk

    ResponderExcluir
  13. descobri seu blog por acaso e estou lendo tudinho, infelizmente não da pra comentar em todos, mas esse não pude deixar passar, no site da revista casa abril saiu uma reportagem sobre o assunto inclusive divulgou que a lei é valida desde 1988 valia a lei nº 10.508, sendo regulamentada pelo decreto nº 52.903.
    link da reportagem: http://casa.abril.com.br/materia/multa-mais-pesada-com-a-nova-lei-das-calcadas
    beijos

    ResponderExcluir

FAZ DE CONTA que esse post é vital pra você e repasse para seus amigos...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Voltar ao topo Web Analytics
Casa de Faz de Conta © Copyright 2013. Desenvolvido por Elaine Gaspareto